Notícia

05/08/2022

Izabela Dolabela tem se destacado na condução de diversas marcas.

Depois de participar de reality gastronômico da Band, Izabela Dolabela tem se destacado na condução de diversas marcas.

"Era atleta, sempre gostei de alimentação saudável, mas não tinha muita opção. Fui para a cozinha" izabela Dolabela, Chef e influencer. (Crédito: Divulgação)

Izabela Dolabela marcou seu nome no cenário esportivo nacional ao ser campeã brasileira de triatlo (natação, ciclismo e corrida em uma só competição) em 2006, aos 17 anos. Mas aquela jovem queria mesmo passar pela prova de fogo da cozinha e se tornar uma chef. Algo muito diferente 15 anos atrás, principalmente para uma menina que começava a entrar na fase adulta. Com disposição e talento, ingressou na primeira turma de gastronomia da faculdade Estácio de Sá, em Belo Horizonte. Ainda na graduação atuou em confeitaria e após dois anos de estudos trabalhou com culinária italiana, japonesa e francesa. Especializou-se em gastronomia funcional, vegetariana e vegana. E marcou seu nome no cenário da cozinha ao participar da primeira temporada do programa Master Chef Profissionais, da Band, em 2016. Não ficou entre os finalistas, mas lhe rendeu uma projeção importante. “Mudou minha vida pessoal e profissional, porque abriu as portas para minha carreira”, disse Izabela à DINHEIRO. De lá para cá, ela virou influencer e empreendedora, sendo sócia de cinco empresas: Nattu Restaurante, Lowko Sorvete, Artse Vinhos, Compotas Ibá e It.buffet.

Mas não foi fácil chegar à receita desse sucesso. Primeiro, teve de largar o esporte, sua paixão, para correr atrás do sonho de ser cozinheira, seu amor. Depois, superou obstáculos familiares. Seus pais, empresários, queriam que Izabela fosse advogada. Fez um acordo: estudaria direito ao mesmo tempo em que faria o curso de gastronomia. Inclusive passou no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), sem nunca exercer a profissão de fato. Em vez de escritórios e tribunais, seu habitat era mesmo a cozinha. “Como eu era atleta, sempre gostei de alimentação saudável, mas não tinha muita opção. Comecei a ir para a cozinha fazer minhas coisas, arroz integral, saladas…” Em sua casa havia uma cozinheira. Quando disse para sua avó que faria gastronomia, ela não entendeu muito bem. “Astrologia?” Quando percebeu que a neta iria ingressar em um curso de culinária, outra indagação. Desta vez para a cozinheira da família. “Você fez faculdade para cozinhar?” Não, não era comum estudar para isso há quase duas décadas.

NOVIDADES Se no esporte sua especialidade era o triatlo, na gastronomia ela foi para o pentatlo — e atua em cinco frentes. A Lowko, criada em 2019 com Rodrigo Studart para desenvolver sorvete de baixa caloria e sem açúcar, acabou de fechar uma parceria com a Nestlé para produzir sorvetes com o sabor Ninho. O produto tem 156 calorias, informação estampada em letras garrafais na embalagem. O contrato de licenciamento é de um ano, com possibilidade de renovação. A estimativa é produzir 15 mil unidades por mês. Ao todo, a Lowko trabalha 13 sabores. Em três anos de mercado, ainda não há concorrentes. “É um produto de processo difícil de produção e distribuição”, disse a chef. A Perfetto, uma das marcas renomadas de sorvete, entrou como investidora da empresa e colabora tanto na produção quanto na logística de entrega para os 1 mil pontos de vendas atuais. “Queremos chegar a 3 mil”, afirmou Izabela.


(COMPOTA Geleia orgânica em bisnaga é um dos mais recentes projetos da chef Izabela Dolabela.
Formato inovador da embalagem e sabores peculiares são os diferenciais. (Crédito:Jair de Oliveira Neto))

Outro avanço fresquinho nos negócios dela é a Compota Ibá, marca recém-criada que está chegando agora nas gôndolas dos mercados. Aliás, a situação é inusitada. Enquanto muitas empresas encontram dificuldades para colocar seus produtos nas prateleiras das redes de varejo, a geleia orgânica em bisnaga (embalagem pioneira no setor) de Izabela recebe convites para expor seus produtos. Como diferenciais, além do formato em miniporção, sabores como amora com cumaru, manga ubá com gengibre mangarataia, abacaxi bahia com cravo e vinho merlot, e abacaxi com açafrão da terra e alecrim. “Temos conversado com algumas marcas e até hotéis para desenvolver parcerias.”

As outras três frentes são a Artse Vinhos, latas com a bebida nas versões tinto, branco e rosé elaborados por pequenos produtores do sul do País. Estão em mercados e podem ser adquiridos no e-commerce próprio da marca. O Nattu Restaurante, de culinária orgânica, em quatro endereços em São Paulo. E o It.buffet, que traz uma versão boxe de uma recepção. “Entregamos uma caixa na casa das pessoas, com quantidade para determinado número de convidados. Os clientes podem fazer sua festa, com comida de qualidade, sem os custos de transporte, funcionários, aluguel de louça.” Além de tudo isso, Izabela Dolabela ainda cuida dos filhos David e Sarah. Uma boa dose de disposição, até para quem já foi triatleta.

Fonte: Isto é Dinheiro - Por Beto Silva 29/07/22 - 05h00

PUBLICIDADE

entrevistas

Anuncie aqui