Notícia

27/08/2020

Boa demanda estimula mercado de sorvetes veganos

Com o crescente interesse por produtos livres de ingredientes de origem animal, um mercado que também está se beneficiando com essa demanda é o de sorvetes veganos, até pelo fato de ser um produto considerado mais inclusivo por favorecer também quem sofre de algum tipo de intolerância ou alergia ao leite, por exemplo.

“Os fabricantes estão utilizando ingredientes mais saudáveis ??em comparação com os laticínios para atrair mais consumidores. Fatores como baixo teor de calorias e benefícios em alto teor de proteínas impulsionarão a demanda por produtos sem laticínios”, informa um relatório da Global Market Insights (GMI).

R$ 5,6 bilhões até 2026

Até 2026, a previsão é de que o mercado global de sorvetes veganos alcance um valor equivalente a pelo menos R$ 5,6 bilhões, com destaque para o sabor morango que deve registrar crescimento de mais de 14%.

A pesquisa aponta que esse mercado tem sido beneficiado também pelo crescente número de opções de sorvetes que fornecem vitaminas e minerais, além de contar com menor teor de açúcar.

“O aumento da conscientização do consumidor sobre os níveis de ingestão de nutrientes e a importância das oleaginosas, sementes e leguminosas nas dietas das gerações mais jovens e de adultos e idosos, devido às recomendações de organizações governamentais, estimulará as estatísticas da indústria”, avalia a GMI.

Mercado de sorvetes artesanais

Essa preocupação também tem ajudado a alavancar o mercado de sorvetes veganos artesanais, que tem um foco ainda maior na qualidade e na abstenção do uso de corantes e conservantes, assim como no menor uso de açúcar ou de opções mais saudáveis de adoçantes.

De acordo com a pesquisa, “o mercado de sorvetes não lácteos artesanais deverá registrar a maior taxa de crescimento anual composta até 2026”. A GMI ressalta ainda que a demanda por sorvetes preparados com leites vegetais tem relação com o crescimento do veganismo e do vegetarianismo.

“As crescentes preocupações relacionadas à proteção ambiental e ao bem-estar animal aumentaram a taxa de adesão ao produto.”

PUBLICIDADE

entrevistas

Anuncie aqui