Notícia

26/09/2017

Agenda Verde.

Por: O Estado - CE 

 
27 de Setembro
Dia Mundial do Turismo 2017

Celebrado desde 1980, o Dia Mundial do Turismo ou WTD tem como objetivo destacar a importância social, política, econômica e cultural do turismo. A Organização Mundial do Turismo (OMT) elegeu como tema para celebrar o WTD 2017, “Turismo Sustentável – Uma Ferramenta para o Desenvolvimento”. O propósito é que se explore a contribuição do turismo para o atingimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). O Qatar é o país que acolherá as celebrações oficiais do WTD2017.

De 27 a 30 de Setembro
IV Semana de Ciências Ambientais

Estudantes do curso de ciências ambientais convidam para IV Semana de Ciências Ambientais, no Instituto de Ciências do Mar – Labomar e. Com o tema, “Cientista Ambiental: Contexto e Perspectivas”, evento abordará três eixos: Cientista Ambiental – Atuação e Perspectivas; Papel do Cientista na luta pelo território e Inovações ambientais.

Dia 28 de Setembro
Dia do Sorvete
A data coincide com a fundação da Associação Brasileira das Indústrias de Sorvete (ABIS) em 2002 e também com a data que todos os comerciantes que trabalham com sorvete comemoram: a chegada da Primavera, que nos aproxima do Verão em nosso País.

1º de Outubro
Dia Internacional das Pessoas Idosas

A data foi criada pela ONU em 1991 com o objetivo de tratar dos direitos dos idosos e criar espaços de debate sobre a importância de preservar o respeito e a dignidade das pessoas idosas.

02 de Outubro
Dia Mundial do Habitat

Celebrado anualmente, desde 1986, na primeira segunda-feira de outubro, este ano, o Dia do Habitat acontece em 2 de outubro. O objetivo é permitir a reflexão sobre o estado das cidades e do direito humano à moradia adequada, assim como, lembrar da responsabilidade coletiva sobre o habitat das gerações futuras.

02 de Outubro
Dia Internacional do Abutre

Celebrada, anualmente, no primeiro sábado de setembro, a data destaca a importância ecológica do abutre e chama a atenção mundial para o perigo de extinção de determinadas espécies de abutres. Os envenenamentos, os abates ilegais, a colisão em linhas de alta tensão e a perda do habitat colocam a espécie em perigo.
Aves de rapina, os abutres vivem em grupo e alimentam-se de animais mortos. Ao contrário do que as pessoas pensam, a espécie contribui para o equilíbrio dos ecossistemas, impedindo a contaminação e disseminação de doenças.

Fonte: ClipEx
 

PUBLICIDADE

entrevistas

Anuncie aqui