Notícia

29/08/2018

Mondelez Brasil inicia produção para exportação de nova linha de chocolates para a América Latina.

Por: Mondelez International, Inc. | PRNewswire | Agência O Globo - RJ 


Em uma jornada de excelência na produção, distribuição e comercialização de chocolates no Brasil, a Mondelez International, empresa que dita as maiores tendências globais em snacks, está expandindo a categoria para a América Latina com o lançamento de uma linha exclusiva de chocolates Oreo para o México. Com uma experiência positiva no território nacional, originada pela combinação entre Oreo e Lacta, a empresa agora investe para desenvolver o mercado de chocolates e impulsionar o consumo na região.

Mais da metade das vendas da categoria no mercado mexicano correspondem ao segmento de impulso, que exigem formatos especiais para o giro rápido. "Temos uma longa história de sucesso e expertise em formatos de impulso, a exemplo de Sonho de Valsa e Ouro Branco, produtos que estão no coração dos brasileiros. Estamos usando essa experiência para estimular crescimento da categoria na América Latina", conta Flavio Ackel, diretor de Inovação em Chocolate para Mondelez International na América Latina. No México, o consumo de chocolate é de cerca de 600g enquanto os brasileiros consomem cerca de 2kg por ano. Unindo a expertise na produção e distribuição com um modelo de atendimento robusto, a empresa agora assume esse desafio de produzir e exportar chocolates da maior fábrica de chocolates da empresa no mundo, que fica em Curitiba, para a América Latina.

Ao todo, quatro novos produtos serão fabricados na planta paranaense: uma bolinha coberta com chocolate, recheada com creme suave e pedaços crocantes de biscoitos Oreo; uma barra de chocolate de formato diferenciado recheada com creme suave e pedaços crocantes de biscoitos Oreo; e duas versões de barras crocantes ? o tradicional tablete de chocolate ? uma com chocolate branco, outra com chocolate ao leite, ambas recheadas com pedaços crocantes de biscoitos Oreo.

Nos últimos três anos, a fábrica de Curitiba recebeu um investimento de US$ 180 milhões em tecnologias, inovação e estrutura. A unidade tem uma longa história e tradição na produção de marcas globais, como Milka, e locais, a exemplo de Lacta. "Sabemos como produzir e distribuir com excelência para um grande número de pontos de venda", revela Flavio. A planta vem se consolidando cada vez mais como centro de excelência na produção de snacks não apenas na América Latina, mas mundialmente, exportando produtos para 11 países: Estados Unidos, México, Costa Rica, Colômbia, Peru, Chile, Argentina, Paraguai, Uruguai, Espanha e Marrocos.

A aposta é que Chocolate Oreo se torne rapidamente o favorito dos consumidores, pois oferece uma experiência de consumo extraordinária com a combinação perfeita de chocolate e recheio de creme e biscoito crocante. "Essa expansão é um movimento natural, que contou com o trabalho de muitos times. Temos um grande conhecimento de todo o processo, além de contarmos com uma marca incrível como Oreo". Além disso, estamos também trazendo novos talentos para a equipe, que ficarão responsáveis pela gestão da categoria nesses novos mercados", conta Flavio.

Chocolates Oreo

No Brasil, a combinação de Oreo vem dando muito certo. Não só em chocolates, mas também em sorvetes, com a recente linha lançada em parceria com a Froneri. Na linha de Bis, a plataforma de Oreo, que já produziu mais de 67 milhões de unidade desde 2016, representa em 2018 cerca de 9% das vendas. Na linha de tabletes, em 2017 a barra Laka Oreo vendeu mais de 23 milhões de unidades e tornou-se o segundo tablete mais vendido do mercado, atrás apenas de Diamante Negro. Lacta Specials Oreo é outro exemplo de sucesso: em poucos meses desde seu lançamento já comercializou mais de 63 toneladas. A Páscoa também não fica de fora, já que ganhou dois sabores de Oreo criados exclusivamente para atender o consumidor: o Bis Oreo e o Lacta Oreo tripla camadas.

A categoria de chocolate, responsável por 31,3% do lucro líquido da Mondelez International em 2017, representa um dos principais impulsionadores de negócios e crescimento para a companhia, que lidera em mais de 30 países e é a segunda no âmbito global. Segundo a Euromonitor, a categoria global de chocolates é a maior de snacks, com um valor de mercado de aproximadamente US$ 100 bilhões. No México, a categoria de chocolate deverá crescer mais de 17% nos próximos cinco anos.

Informações para a imprensa:Mondelez Brasil - www.mondelezinternational.com/brTextual Comunicação ludmillagutierrez@textual.com.br(11) 5180-6946fabianooliveira@textual.com.br(11) 5180-6944

Fonte: ClipEx
 

PUBLICIDADE

entrevistas

Anuncie aqui