Notícia

31/08/2018

Uma sobremesa nada convencional está dividindo opiniões na internet.

Por: https://vejasp.abril.com.br/blog/pop/sorvete-formato-cachorro | Da Veja - SP | Midia News - MT 


Um restaurante está dando o que falar ao transformar uma das sobremesas mais queridas do mundo em um cachorro

Um restaurante em Taiwan está dando o que falar na internet ao transformar uma das sobremesas mais queridas do mundo em um cachorro: o J.C.co Art Kitchen, localizado em Kaohsiung, chamou atenção ao moldar um sorvete como um cão da raça Shar-Pei — e o resultado da inovação está dividindo opiniões nas redes sociais.

Os cãezinhos comestíveis estão disponíveis nos sabores amendoim, chocolate e chá de leite. Os artesãos demoram até cinco horas para criar apenas uma das mascotes açucaradas. Primeiramente, o sorvete é colocado num molde de silicone.

Os chefs confeiteiros, então, acrescentam os pequenos detalhes, como a textura dos pelos, à mão. Como o processo para desenvolver o sorvete é muito demorado, o estabelecimento vende apenas 100 unidades da guloseima refrescante por dia.

Apesar de impressionante, muitos internautas não estão confortáveis com a ideia de dar uma mordida na cabeça de um filhotinho… de sorvete. Tudo começou quando o perfil @babygrimey compartilhou num Twitter um vídeo da primeira garfada da guloseima. Mais de 14,8 milhões de pessoas já assistiram ao clipe, com muitos dizendo que ficaram em choque ao ver a cabeça do Shar-Pei de sorvete ser destruída em uma única colherada.

A BBC visitou o endereço e conversou com alguns consumidores para saber o que eles achavam da criação culinária: “Eu sinto pena do cachorro, porque ele foi produzido para ser muito real. É como se um cão de verdade estivesse deitado aqui!“, disse uma mulher. “Sinto como se eu estivesse machucando ele quando vou dar uma colherada, eu fico me sentindo muito mal“, argumentou outra. “Quando os olhos dele estão olhando para você, parece mesmo que é um cachorro olhando para você!“.

Os cães Shar-Pei são uma raça de cachorro milenar: eles são originários da China e apareceram pela primeira vez há mais de 2 000 anos.

As informações são do site HelloGiggles.

how you feel about this pic.twitter.com/TTwR9mps1w
— grimey ??$?? (@babygrimey) 3 de agosto de 2018

Fonte: ClipEx
 

PUBLICIDADE

entrevistas

Anuncie aqui