Vídeos

Gelo e sorvete podem se relacionar bem com os dentes?

Basicamente, desempenha ela algumas funções: é um órgão de defesa, suas células produzem dentina, seus vasos sanguíneos nutrem o dente e as fibras nervosas respondem por todas as sensações que o dente experimenta. Mesmo por isso, podemos considerá-la como o coração do dente.

Todavia, pode-se dizer que sua tarefa primordial é a formação de dentina por todo o contorno da cavidade pulpar, reduz-lhe progressivamente o volume, sem modificar-lhe a forma geral. Ao longo do processo, com o decorrer da idade, a cavidade vai se obliterando e a polpa diminuindo.

Em suma, a polpa tem um destino genético de modelar sua própria casa, tornando-a, com o correr dos anos, cada vez menor.

Todo ataque ao dente, mesmo limitado ao esmalte, repercute na polpa e toda alteração na dentina corresponde à alteração pulpar.

A resposta da polpa depende da intensidade e freqüência da estimulação irritante, que pode ser traduzida desde alguns estímulos dolorosos leves, até processos de natureza degenerativa ou inflamatória, chegando à morte pulpar.

Leia a matéria na íntegra clicando abaixo:

PUBLICIDADE

Anuncie aqui